Trigonometria do orkut

As coisas mudam….
Da noite para o dia, uma reportagem, um programa, um evento da natureza pode transformar a sua vida, principalemente de uma analfabeta de informática como eu. Tudo começou quando descobrir numa noite de martines e caipirinhas que todos conheciam um tal de orkut – que nunca tinha ouvido falar.
À época, li uma reportagem na revista Veja, mas até ai…
O problema foi quando orkut se transformou em assunto de toda e qualquer roda de bate-papo.
A situação piorava a cada dia. Parecia outra língua, menos a portuguesa.
Mas quando o assunto surgia virava para o lado e sempre encontrava alguém disposto a conversar sobre outras coisas, tipo arte, música, etc.
Fiquei salva de um enfrentamento oficial com o inimigo por um bom tempo, mas éis que o dia do paredão chegou.
No meio de um papo e um martine, um super gato – amigo da amiga – em um clima de conquista me encurralou. “Tati te encontro no orkut?”.
Pronto, meu chão abriu. Uma simples pergunta me tiou da órbita da terra: era uma marciana na mesa.
O caos da vida social do século vinte bateu na minha porta, melhor era colocava abaixo.
De repente aos vinte e cinco anos voltei à adolescência, tendo que ser aceita num grupo.
Olhando para os lados proliferei a minha sentença: – Não, nunca fui convidada.
Esta era única coisa que sabia sobre o “mostro” ouvindo tantos papos: era necessário ser convidada para a festa. E eu não tinha sido.
Sentindo-me desprezada e excluída, melhor uma mulher independente patética, calei-me.
Até que veio a absolvição:- Tati, já te envie um monte. Aliáis você não aceitou. Nunca entendi o por quê?.
É de fato, não consegui me lembrar o por quê, mas o que isso importava?
A festa tinha chegado afinal.
Ainda fui paparicada pelo super gato amigo da amiga que pegou meu telefone.
Tudo ia muito bem até que cheguei em casa e abri meu e-mail.
Ao abrir o octagésimo convite do orkut, lembrei do detalhe que me fizera recusar tantos convites.
Não conseguia entender como usava o programa…
Sem falar naquele interrogatório..

Anúncios

Sobre Conversa no Banheiro

Uma jornalista fora do perfil. Repórter por essência.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s