Papinho de Homem e a Saga dos Cinco Segredos

Há muitos mitos que caíram e outros que foram esclarecidos, mas a verdade é que não respeitei o desenho de aviso, abri a porta suspeitamente errada e entrei no banheiro masculino. Porém, sem dar chute na porta porque sou uma moça educada. Sem arroubos, pedi licença e percorri a alma dos homens.

De antemão, posso dizer que o banheiro masculino esconde situações de inseguranças, excitação, constrangimento, aventura e perguntas. Sim, os homens possuem muitas perguntas sobre si mesmo e mais ainda sobre as mulheres.

Na fina linha que separa instintos e valores, os homens procuram se encontrar a qualquer custa exatamente como uma mulher, mostrando a faceta do ser, que é humano e frágil a circunstâncias, a julgamentos e muita incerteza. Os homens são seres humanos, afinal.

Contudo, informo, mais do que descobri códigos, o que ouvi foi relatos de homens que em seu íntimo pagam mulheres para que elas os deixem serem garotos, conscientes ou inconscientemente, e, a sensação que fica para esta mulher de 28 anos que vós escreves, é a sensação de que os homens são gente como a gente. Também construí uma teoria, que se chama teoria da genitália.

Sigam pensamento lógico. São as fêmeas que foram concebidas com suas partes íntimas para dentro, escondidas de todos e ocultas delas mesmas. Porém, são os homens que apesar de terem a genitália para fora, ou seja, de forma exposta a olho nu, que se escondem num labirinto de emoções, que pensam precisarem viver tolhidos não pela perversa sociedade, mas deles e de nós mulheres.
Afinal, você sempre procura um homem para ser o quê? Não minta. Não agora. Nós (mulheres) queremos super-heróis e, nisto, pecamos da mesma forma ou de uma maneira tão cruel quanto eles, que sonham com a eterna gostosa.

Assim, na parte dois de ‘Papinho de homem’, trago os cinco segredos do digamos Banheiro masculino, mas já adianto: não tem nada mais óbvio.

Primeiro, é possível sim, um homem freqüentar lugares onde há prostituição e não necessariamente se utilizar o serviço. Entretanto, dizer que isso acontece com freqüência é no mínimo demagogia. Como me relatou um dos rapazes, ninguém vai entrar numa terma sem querer ter uma noite de sexo. Até porque termas é um serviço caro.

Os preços variam, mas o custo mínimo é em torno de R$80 para meia hora e R$100 a R$120 para uma hora, mais a consumação mínima da casa, que varia em torno de R$10 a 30. Então, mesmo que o cara não feche um programa com nenhuma mulher da casa, ele terá que coçar o bolso, pois não tem essa de entrar e não consumir nada.

O mais comum é o cara entrar e não se interessar por ninguém. Isso pode acontecer e é supernormal. Não esqueçam que uma terma é igual a uma boate, a diferença é que para sair com uma mulher ele vai pagar pelo “serviço”. Na Vila Mimosa, o esquema não é muito diferente. No começo, tudo é novidade e engraçado.

Existem sim “figuras” por lá, uma vez que a Mimosa aglutina um mix de gente muito diferente e o impacto com o fato de você ver de “tudo” como os meninos mesmo disseram “é forte”. Afinal, há mulheres que aparentam ter 16 a 60 anos e há caras que comem tanto uma quanto a outra.

Segundo, os homens mentem, ou melhor, alteram a realidade digamos assim, mandando o papinho masculino em ação de defesa. De fato, se faz necessário se esquivar da verdadeira mulher que está por detrás da curiosidade feminina: a mulher hipócrita. Não entenderam?

Vamos lá, os homens não confessam saírem com prostituas porque estamos no século vinte um, reproduzindo o comportamento das mulheres do século dezenove. Somos mulheres de coração aberto, mas de alma mediana que não cresce devido ao tolhimento de nossas mentes xucras. E, antes que alguma companheira do sexo me assassine mentalmente, eu provo:

Em geral, garotas ficam olhando torto para o cara que confessa já ter trepado com puta – no mundinho hipócrita feminino a realidade é que as mulheres querem saber, mas tem um puto preconceito com esta verdade, a ponto de discriminar o homem que confessa o “enfadonho crime”. O engraçado é que muitas não percebem que se oferecem como prostitutas e de “graça”, e ainda, não assumem que gostam tanto de sexo como homens, e isso é uma puta mentira. Eu pelo menos gosto e faço muito. E, posso garantir que não sou exceção.

Isso nos leva ao terceiro ponto da ferida. Somos indiscretas. Pelo menos a metade das mulheres, tem cara de pau de fazer a pergunta inconveniente:
– E aí, conseguiu gozar em 15minutos? Pior, o fará tirando um sarro do cara e vai ainda lembrá-lo da situação constrangedora e “baixa” que é, hoje, pagar alguém para ficar com você – e só este motivo já seria suficiente para justificar o silêncio.

Porém, a mais latente das razões é que mesmo para o homem, causa incomodo confessar para si – ouvir de si, o que seria a quarta razão – que precisa pagar alguém para ter sexo, principalmente devido ao mercado livre do sexo grátis existente em nossa atual sociedade.

Acontece, que o comércio é gratuito em moeda corrente, mas caro no campo da psique humana. Pois, o sexo é artigo de especulação como a bolsa de valores dentro das leis das relações humanas. Assim, por medo de rejeição ou vários ocasiões, o homem não se inicia a vida sexual com prostituas, mas persiste em buscar refugio nelas.

Enfim, com gosto de vinho na boca – como agora que escrevo – e um cigarro na mão, eu percebi o quanto o comportamento da mulher dita moderna é previsível…

Mas vamos ao X da trepada de fato…

Anúncios

Sobre Conversa no Banheiro

Uma jornalista fora do perfil. Repórter por essência.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Papinho de Homem e a Saga dos Cinco Segredos

  1. angel red disse:

    Olá!! Li tudin sobre seu papinho de homem. Sempre tive curiosidade sobre esse mundo. é estranho que tenha tamanha oferta, logo é pq que há procura né.Bom, já fui a um terma com amigos, conheci as meninas que lá trabalham que por sinal são lindas. é mt caro realmente, mas não paguei nd conhecíamos o dono. Uma das meninas que conheci atualmente está casada com um cara que estava com o grupo, ele largou mulher e filhos e está com ela. Durante um tempo, msm depois de casados, ela permaneceu no ofício. Engraçado meus amigos sempre me contaram sobre suas idas aos puteiros da vida.rsrsrsMt bom seu texto.Bjoks

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s